Quarta-Feira, 27 de Março de 2019 - 17:36 (Pecuaria)

L
LIVRE

PRODUTORES DE RONDÔNIA DEVEM MANTER CUIDADOS PARA EVITAR CASOS DE RAIVA ANIMAL, ALERTA AGÊNCIA

Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do estado, divulgou alerta reforçando aos produtores rurais a importância dos cuidados com o rebanho.

No ano passado, Rondônia registrou quatro casos de raiva animal. Para evitar novas ocorrências em 2019, a Idaron, Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do estado, divulgou alerta reforçando aos produtores rurais a importância dos cuidados com o rebanho.

A melhor forma de prevenção à doença é a vacinação, que não é obrigatória. Ela deve ser aplicada uma vez ao ano. Em caso de primeira vacinação, o animal precisa tomar um reforço após 30 dias. O produtor também deve comunicar a imunização a Agência apresentando nota fiscal da vacina e relação de animais vacinados.

A raiva é causada por um vírus que ataca bovinos, bubalinos, cavalos, burros, jumentos, mulas, cabritos, ovelhas, porcos, cães e gatos. A doença é transmitida por meio da mordida de morcegos hematófagos, que se alimentam de sangue. 

A agência orienta que, ao perceber que um animal está isolado dos demais, com dificuldade de caminhar, caído, babando, não se levanta, ou é encontrado morto, o produtor deve procurar a instituição o mais rápido possível.

Quando há um foco da doença, a vacinação torna-se obrigatória nas propriedades em um raio de 12 Km a partir do local onde houve o registro.

Segundo a Idaron, equipes visitam essas áreas para verificar a existência de animais suspeitos da doença, ataques e abrigos de morcegos, dar orientação técnica e distribuir material informativo sobre a raiva animal.

Fonte: 015 - Agencia Brasil

Link: http://www.newsrondonia.com.br/noticias/produtores+de+rondonia+devem+manter+cuidados+para+evitar+casos+de+raiva+animal+alerta+agencia/127382

News Rondônia