Sexta-Feira, 22 de Março de 2019 - 11:15 (Colaboradores)

L
LIVRE

SAÚDE PÚBLICA TEM IMENSOS DESAFIOS, MAS SECRETÁRIO FALA DE AVANÇOS EM APENAS 80 DIAS À FRENTE DA SESAU

Não é missão para qualquer um. Não é desafio fácil e nem se sabe que, mesmo se todos os projetos derem certo; se todos os objetivos forem atingidos, ainda assim não se tem certeza de que todos os problemas estarão resolvidos.

Não é missão para qualquer um. Não é desafio fácil e nem se sabe que, mesmo se todos os projetos derem certo; se todos os objetivos forem atingidos, ainda assim não se tem certeza de que todos os problemas estarão resolvidos. Porque, na verdade, a saúde pública é um poço sem fundo, com alguma semelhança ao petróleo existente no pré sal. Busca-se lá na imensidão das profundezas, mas nunca se sabe se tudo sairá como o planejado. As deficiências são imensas e as necessidades cada vez maiores. Mas que não se diga de que não está havendo uma luta como poucas vezes se viu, em Rondônia, para ao menos amenizar as imensas e enormes dificuldades na área da saúde. Nosso Estado teve sim avanços importantes nos últimos anos, mas a nova administração do governador Marcos Rocha considera que ficou muita coisa para trás, que, agora, tem que ser resolvida com rapidez e eficiência. Para comandar a saúde pública, Rocha escolheu um jovem médico, talentoso e dedicado às causas sociais, um salvador de vidas que, em nove anos como cirurgião no tenebroso Pronto Socorro João Paulo II, marcou sua história pelo sucesso e pela competência. Fernando Máximo tem trabalhado muito. Parte do trabalho é para enxugar gelo, porque não importa quanto se faça, há muito mais a fazer. Mas já tem resultados práticos a mostrar, em menos de 80 dias de trabalho. Foram reativadas as cirurgias cardíacas de peito aberto e os exames complexos, como cateterismo. Foi criada uma estrutura para cirurgias de lábios leporinos, beneficiando principalmente as crianças. Está se criando uma estrutura de terceirização que, se tudo funcionar, em poucos meses pode zerar o enorme déficit de cirurgias de olhos, uma das grandes deficências da nossa saúde. Por fim, para cirurgias comuns o Estado, com apoio federal, vai usar hospitais de diferentes municípios, para atender pacientes de todas as regiões num programa realmente diferente, prático e barato.

Mais que tudo isso, Fernando Máximo entrou com tudo na batalha para ir fazendo o possível com a atual estrutura muito ruim do João Paulo, ao mesmo tempo que abriu uma verdadeira batalha para que se comece, urgente a construção do novo Pronto Socorro da Capital. Isso é a enorme prioridade da Sessão. Todos esses assuntos, com seus detalhes, os planos, os avanços projetados para a saúde pública do Estado, fizeram parte da pauta da entrevista de Fernando Máximo ao programa Direto ao Ponto, que vai ao ar neste sábado, 10:30 da manhã na Record News Rondônia e, logo após, no site Gente de Opinião. O titular da Sessão fala sobre os avanços, os desafios, os sonhos e os enormes obstáculos que tem pela frente. Mas fala com segurança e sem medo. Com crença de que o setor vai ter uma grande melhora, como já está acontecendo. Não deixe de acompanhar a entrevista com o dr. Fernando Máximo, porque ela é esclarecedora e cheia de informações.

A ESTRADA DO BELMONT RENASCE!

Até que enfim, uma grande notícia sobre a Estrada do Belmonte. Parece incrível que, depois de tantos anos, a estrada vá ser totalmente reformada, terá sua altura aumentada em 70 centímetros e o DER assumirá o trabalho, depois de acordo feito entre o Governo do Estado e a Prefeitura. O competente coronel Erasmo Meirelles recebeu ordem direta do seu chefe, o governador Marcos Rocha, para resolver de uma vez por todas a trágica situação da Belmonte, por onde transitam os pesados caminhões que abastecem Porto Velho e várias cidades, inclusive de outros Estados, com produtos derivados de gás e de petróleo. Só as empresas ali instaladas, pagam algo em torno de 80 milhões de reais por mês, quase 1 bilhão em ICMS, por ano. Com apoio da Agência Nacional de Mineração Rondônia/Acre e da Gerência Operacional da Hidrelétrica de Santo Antônio, serão doados para a obra, algo em torno de 5 mil metros cúbicos de toda a pedra que será empregada na obra, inclusive para levantar o leito da Estrada. Levantar a Belmonte em 70 centímetros, acabando com as alagações e com a situação de abandono em que ela vive há décadas, será uma missão que o DER deve realizar nos próximos 15 dias. A Prefeitura participará da obra, fornecendo todo o combustível e quatro caminhões caçamba, para a realização dos serviços. Comemoremos, pois!

MAIS UM PRESIDENTE NA CADEIA

Houve, realmente, uma surpresa fora do comum com a prisão do ex presidente Michel Temer? Inúmeras denúncias contra ele, assessores e amigos já haviam aparecido em investigações da Lava Jato. Claro que não se pode contestar a decisão do juiz Bretas, do Rio de Janeiro, mas pode-se tirar algumas ilações. Temer foi preso também por pressões políticas. Temer foi preso também porque a Justiça Federal não engoliu a decisão do STF de passar a Lava Jato, em seu principal veio de corrupção, para a Justiça Eleitoral. Temer foi preso também porque isolou, em seu mandato, grupos que mandavam e desmandavam no poder, nos tempos dos petistas, que jamais lhe perdoavam ter ajudado a defenestrar Dilma Rousseff. Mas Michel Temer foi preso principalmente por fazer um tipo de política, que até há pouco era comum no Brasil, de misturar o público com o privado; por fazer acordos espúrios; por aceitar se envolver em corrupção, mesmo que, nas últimas quatro décadas, ela tenha se espalhado por quase tudo nesse Brasil, que só agora está mudando. Outros políticos vão continuar sendo presos e sendo soltos, como deve acontecer logo com Temer. Mas que nosso país não é mais o mesmo, não é não!

NÃO, NÃO É NOTÍCIA VELHA!

Opps!  Você já leu esse texto em algum lugar no passado. Provavelmente já leu uma dezena de vezes. Governo do Estado e Prefeitura de Porto Velho firmam parceria pela concessão da Rodoviária. Pela construção da nova Rodoviária. Pela modernização da Rodoviária. Será que dessa vez sai mesmo? O governador Marcos Rocha e o prefeito Hildon Chaves acertaram novamente uma ação conjunta, pela manutenção da antiga, superada e deficiente Rodoviária da maior cidade do Estado. A parceria entre Estado e Município foi firmada durante reunião realizada no gabinete da governadoria, no Palácio Rio Madeira/CPA. O prefeito Hildon Chaves explicou, no encontro com Rocha, que o terreno onde a rodoviária está construída já pertence a administração municipal e que, através de parcerias público-privadas, pode transformar o espaço em uma rodoviária modelo. “A Prefeitura está disposta a assumir a gestão da rodoviária para, por meio de uma PPP, transformar aquele ambiente, Porto Velho precisa de uma rodoviária muito melhor”, disse Hildon.  Será que dessa vez o milagre acontece?

PROMOTOR ELOGIA MINISTRA DAMARES

“Tive uma impressão muito boa da ministra. Além de uma empatia, a ministra foi muito simpática. Ela, além ser uma pessoa extremamente agradável, o ponto mais positivo que se ressaltou foi a demonstração do pertencimento com o problema. Ela sente o problema. Ela se preocupa, ela fica aflita, ela quer buscar soluções. Quando nós mostramos a situação caótica que vivem as mulheres de Rondônia, principalmente as de Porto Velho; a quantidade de feminicídios; os requintes de crueldade com que esses crimes estão sendo praticados; quando falei a ela que Rondônia é o quarto estado mais violento do país nessa questão, ficou muito claro que ela sentiu o problema, como um problema dela. Ela é ministra dos Direitos Humanos e se preocupa realmente com isso.  A questão da mulher vítima no Brasil está na pauta dela.”  O depoimento, feito a pedido da coluna, é do promotor de Justiça Héverton Aguiar, da Curadoria da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, com a ministra da Família, Mulher e Direitos Humanos, Damares Alves. Como tem sido polêmica e muito do que diz é transformado em notícias negativas, havia uma curiosidade sore o encontro com os rondonienses. O dr. Everton estava acompanhado pela deputada federal Mariana Carvalho e da secretária Adjunta de Assistência Social de Porto Velho, Ana Negreiros, no encontro. O comentário do respeitado promotor do nosso Estado fala por si mesmo.

CAPITAL GANHARÁ A CASA DA MULHER

Além de ouvir, de parte da ministra Damares, algumas medidas que serão tomadas para a proteção da mulher, em todo o país, o grupo rondoniense saiu do encontro com boas notícias. Damares Alves garantiu que o projeto Casa da Mulher será executado em Porto Velho e que, também será implantado no Estado de Rondônia o Projeto Salve Uma Mulher. Durante a reunião, o promotor Héverton Aguiar, que também é Ouvidor do Ministério Público de Rondônia convidou a ministra para participar de sua posse como presidente do Conselho Nacional dos Ouvidores-Gerais do Ministério Público, que ocorrerá no próximo dia 29 deste mês.  Um dos maiores batalhadores em defesa das mulheres, com iniciativas que o tornaram uma figura ainda mais respeitada, o promotor ainda afirmou que o Conselho Nacional dos Ouvidores do MP pretende firmar parceria com o Ministério da Família, Mulher e Direitos Humanos, para que as Ouvidorias possam atuar de forma a facilitar o acesso à Justiça, das mulheres vítimas de violência.

PAPO DE AMIGOS NO CONTEÚDO AMAZÔNIA

Não foi uma entrevista. Foi mais um bate papo entre amigos. No programa Conteúdo Amazônia, que vai ao ar nesta sexta, 23 horas, em rede estadual, na Rede TV! rondoniense, o apresentador Ricardo Pianta conversa com o jornalista Sérgio Pires., um dos Dinossauros do rádio e da TV, ao lado de feras da comunicação, como Everton Leoni, Beni Andrade, Domingues Júnior e Jorge Peixoto.  Foi um bate papo recheado de troca de informações e comentários acerca dos assuntos mais importantes do país, de Rondônia e de Porto Velho. A situação política do país, as condenações de políticos pela Justiça, os primeiros 70 dias do governo de Marcos Rocha, a administração Hildon Chaves, enfim, todos esses temas foram abordados. Pianta, um experiente jornalista e apresentador, colocou questões importantes para seu entrevistado, que não fugiu a nenhuma pergunta. Vale a pena conferir na noite desta sexta, a partir das onze da noite.

AEROPORTO RUMO À PRIVATIZAÇÃO

O leilão ainda não tem data definida, pode ser que seja até no ano que vem, mas as empresas interessadas têm um prazo de 30 dias para enviarem suas propostas para a compra do aeroporto internacional de Porto Velho. Ele será um dos 31 aeroportos da região norte que devem passar às mãos da iniciativa privada, até meados de 2020. Depois de cumpridas todas as exigências legais para o leilão, todos os estudos e documentos serão encaminhados ao Tribunal de Contas da União para análise e aprovação. O prazo estimado entre a publicação do edital e o leilão é 100 dias. Atualmente, segundo informações oficiais da Infraero, pelo menos 2.500 passageiros embarcam, todos os dias, no aeroporto Jorge Teixeira, com destino a várias regiões do país São, em média, 20 voos e o despacho de mais de sete toneladas de carga aérea. A pista de pousos e decolagens tem uma extensão de 2.400 metros. Embora tenha melhorado em alguns quesitos nos últimos anos, depois de varias reformas, o aeroporto da Capital é ainda muito abaixo da necessidades de uma cidade como Perto Velho. Quem sabe que com a privatização, ele não seja modernizado e tenha inclusive, alfandegamento, para voos internacionais?

PERGUTINHA

Será que depois de dois ex Presidentes na cadeia, ainda teremos mais alguém que já sentou naquela poderosa cadeira, passando uma temporada atrás das grades?

Fonte: 015 - Sergio Pires / NewsRondonia

Link: http://www.newsrondonia.com.br/noticias/saude+publica+tem+imensos+desafios+mas+secretario+fala+de+avancos+em+apenas+80+dias+a+frente+da+sesau/127078

News Rondônia