Quarta-Feira, 13 de Fevereiro de 2019 - 09:01 (Cidades)

L
LIVRE

PREFEITURA DE ARIQUEMES MANIFESTA REPÚDIO PELO AUMENTO NA TARIFA DE ENERGIA ELÉTRICA

Micro e Pequenas empresas já começaram a demitir funcionários por causa dos gastos extras com a conta

A Prefeitura de Ariquemes vem a público manifestar total repúdio a Energisa, empresa responsável pelo fornecimento de energia elétrica no Estado, e a Agência Nacional de Energia Elétrica –ANEEL (que aprovou a correção), tendo em vista os impactos negativos que o reajuste de 27,5% na tarifa de energia já provocou à economia de Rondônia.

Dados da Federação das Entidades Estaduais de Micro e Pequenas Empresas de Rondônia - FEEMPI e do Sindicato das Micro e Pequenas Industrias – SIMPI, divulgados nesta terça-feira (12), apontam para uma assustadora previsão de 7 mil demissões já nos primeiros meses de permanência deste reajuste. Ao todo, são 81 mil micros e pequenas empresas, que totalizam 300 mil pessoas diretamente dependentes destes empreendimentos e que podem ficar desempregadas.

Além destes alarmantes números, é notório o ‘efeito cascata’ que este aumento provocará nos bens de consumo, em especial na indústria alimentícia, uma vez que estes valores serão, inevitavelmente, repassados aos consumidores finais.

Por fim, a Prefeitura relembra que o Estado de Rondônia é gerador e distribuidor de energia elétrica e, portanto, considera abusivo tal feito, uma vez que a própria ENERGISA divulgou que esta correção tem a finalidade de pagar dívidas acumuladas ao longo de dois anos, ocasionadas pelo processo de privatização da Eletrobrás. Rondônia não pode pagar essa conta.

Fonte: 015 - Assessoria

Link: http://www.newsrondonia.com.br/noticias/prefeitura+de+ariquemes+manifesta+repudio+pelo+aumento+na+tarifa+de+energia+eletrica/124699

News Rondônia