Sexta-Feira, 11 de Janeiro de 2019 - 15:03 (Geral)

L
LIVRE

POLÍTICA & MURUPI: GUERRILHA URBANA

O estudo não pegou os recentes episódios no Ceará. Foram ouvidas 2.006 pessoas de 12 a 15 de dezembro de 2018 em 148 municípios em todo país. A margem de erro é de 2 % e o nível de confiança 95%.

FRASE DO DIA:

“É a maior desgraça que ocorreu em nossa história.”Leonardo Boff sobre Bolsonaro

1-Não vai prestar

Projeto que obriga o preso a ressarcir suas despesas com a prisão, tramita no Senado e já pode ser votado em fevereiro. Pelo texto, o preso que não tiver recursos pagará com trabalho e em caso de não quitação, o total é registrado em dívida ativa e cobrado como tal. “O produto do trabalho do preso irá pagar o estado pelas despesas que fez.

Entretanto, aquele que reúne condições econômicas como condenados por corrupção, lavagem de dinheiro ou crimes financeiros, deve promover o ressarcimento ao Estado". O câmbio negro vai surgir e o estado nada pode fazer. E como o abonado vai pagar vai querer regalias e prisões diferenciadas. Já vi idéias melhores dos senadores.

Uma empresa de venda de passagens aéreas, chamada Aerotur, provocou uma série de transtornos a um grupo de aproximadamente 120 pessoas, ludibriadas em sua boa fé, ao acreditar em passagens a preço baixo. Após o estouro o proprietário se pirulitou, mas ontem se apresentou à polícia acompanhado do advogado e agora vai aguardar o que pintar pela frente. Estelionato provavelmente é o crime e, em sendo de pequena monta a punição também é. Pagar o prejuízo e sonhos com que? Com laranja? Cruel!

Ainda atravessando seu deserto particular fruto de uma doença motora degenerativa, o General Eduardo Villas Boas passou o comando do Exército ao colega Edson Leal Pujol. Em justa homenagem, o ministro da Defesa Fernando Azevedo e Silva, afirmou: “Seu grande feito não pode ser medido com olhos rasos. A maior entrega desse comandante foi o que ele conseguiu evitar. Foram tempos que colocaram à prova a postura do Exército como organismo de estado, isento da política e obediente ao regramento democrático”. Referia-se ao episódio em que rechaçou a idéia de decretar o estado de emergência para evitar o impeachment de Dilma e recentemente quando interveio de forma conciliadora para evitar a soltura do “Redivivo”.

4-Guerrilha urbana

Saiu o levantamento do Paraná Pesquisas hoje, 11.01.2019, revelando que 90,9% dos entrevistados desejam polícias mais enérgicas no combate ao crime organizado. 6,7% são contra endurecer as medidas e 2,4% não souberam ou não quiseram responder.

O estudo não pegou os recentes episódios no Ceará. Foram ouvidas 2.006 pessoas de 12 a 15 de dezembro de 2018 em 148 municípios em todo país. A margem de erro é de 2 % e o nível de confiança 95%. Esta é a língua que eu entendo e defendo.

5-Como domesticar o dragão

Em evento do Banco Central no Rio de Janeiro hoje cedo o presidente Ilan Goldfajn disse que manter o controle da inflação é um trabalho contínuo e que a continuidade de reformas e ajustes na economia é essencial para inflação baixa no médio e longo prazo, para a queda da taxa de juros estrutural e para a recuperação sustentável da economia.

Ele comemorava de forma sóbria o fato de que a inflação ficou abaixo da meta do governo mas a maior vitória é que as expectativas futuras estão também em torno da meta, e ser fruto do trabalho do BC e da credibilidade da política monetária.

leoladeia@hotmail.com

 

Fonte: Leo Ladeia/NewsRondônia

Link: http://www.newsrondonia.com.br/noticias/politica+murupi+guerrilha+urbana/122568

News Rondônia