Segunda-Feira, 10 de Setembro de 2018 - 15:37 (Geral)

L
LIVRE

CARLOS MAGNO DEFENDE SISTEMA DE PAZ DURADOURA AO BRASIL E DE PROFÍCUO PROGRESSO AO POVO DE RONDÔNIA

Com poucas semanas de campanha, o candidato a Senador Carlos Magno (PP), na Capital e interior, é surpreendido a toda hora com propostas de mudanças no rumo da política praticada há décadas no Estado e no País.

Vista Alegre do Abunã (PVH) – Com poucas semanas de campanha, o candidato a Senador Carlos Magno (PP), na Capital e interior, é surpreendido a toda hora com propostas de mudanças no rumo da política praticada há décadas no Estado e no País.

Do campo vem às demandas feitas por grupos de interesses da cadeia produtiva, além dos segmentos da sociedade que buscam nos mandatários, alguém confiável, lutador e transparente para os padrões de mudanças que vão além da Operação Lava-Jato de Aldo Moro.

A maioria dessas propostas já integra suas ações e projetos desde o mandato de deputado federal - interrompido por conta e risco de um transplante de fígado. E agora, na disputa por uma vaga no Senado, se ungido senador (2019-26), “fará valer a voz e o voto advindos do povo que o quer no Congresso”, afirmam interlocutores.

Da mulher campesina aos empreendedores com assento no agronegócio e, especialmente, do segmento familiar, Carlos Magno se propõe a fazer as mudanças necessárias para que a sociedade brasileira seja pacificada e o país tenha uma paz duradoura, assinalam em Abunã, cidadãos afros e índios-descendentes.

Programas e projetos que não contemplam os povos nativos desta parte do município, entre os quais mulheres, idosos, crianças e jovens cidadãos, ainda fora das ações do Município, Estado e da União, Carlos Magno (O Carlão da Agricultura), segundo interlocutores, “foram anotados e, certamente, serão defendidos, no Congresso”.

Nas poucas palavras ditas pelo candidato em reunião coletiva numa das bases dos soldados da borracha e seringueiros rondonienses, “não só uma, mas todas as camadas sociais terão meu apoio e do mandato, tanto em Rondônia, quanto em Brasília”.

- A defesa incontinente da família, pouco lembrada por sucessivos mandatários, será estimulada fortemente a ter seu lugar ao Sol no nosso mandato, assinalou Carlos Magno.

No leque do conjunto de prioridades das prioridades do seu programa de campanha ele fez constar, ainda, na sua fala a soldados da borracha e seringueiros vivos, “o fortalecimento de entes classistas e empresariais advindos do campo e da cidade”.

E lembrava, na ocasião, a não inserção desses segmentos em projetos governamentais céleres iguais aos praticados pelos estados do Sul e Sudeste, sobretudo quanto aos financiamentos e linhas de créditos, regularização fundiária e da titulação dos imóveis já ocupados e produtivos. 

De acordo com lideranças ouvidas nesta parte de Porto Velho, “a Rondônia pós-hidrelétricas caracteriza-se por uma falta generalizada de grandes oportunidades a todos”. Segundo Magno, “defenderemos, no Congresso, a hegemonia do povo rondoniense para obtermos, de vez, equilíbrio social e econômico que nos falta na política nacional, ao menos oito anos”.

- Juntos no Senado, em nome de nossas mulheres, homens, idosos, crianças e jovens rondonienses, faremos a diferença no cenário regional e nacional, acredita, verdadeiramente, Carlos Magno.

Desses pontos, até chegar ao Congresso, ele espera que as famílias, empresários e trabalhadores que o apoiam, nessa nova caminhada, “façam jus aos projetos que os indicaram a fim de poder desenvolver um sistema novo de se fazer politica no País” e, com forte reflexão positiva em Rondônia, nessa inicial, além de o ajudarem a preservar a paz na sociedade brasileira, Carlos Magno arrematou.        

Fonte: 015 - George Telles

Link: http://www.newsrondonia.com.br/noticias/carlos+magno+defende+sistema+de+paz+duradoura+ao+brasil+e+de+proficuo+progresso+ao+povo+de+rondonia/115861

News Rondônia