PROCURADORIA INVESTIGA FRAUDE NA MEGA SENA - News Rond?nia As bolinhas são então devidamente “recheadas” e o próprio globo usado para o sorteio nos caminhões se encarrega de selecionar, com o jato de vento que lança as bolinhas para o alto, favorecendo as mais pesadas.

Porto Velho,

Quinta-Feira , 02 de Maio de 2013 - 09:43 - Colaboradores


 

PROCURADORIA INVESTIGA FRAUDE NA MEGA SENA

As bolinhas são então devidamente “recheadas” e o próprio globo usado para o sorteio nos caminhões se encarrega de selecionar, com o jato de vento que lança as bolinhas para o alto, favorecendo as mais pesadas.

ImprimirImprimir página

A procuradoria Geral da República e a Polícia Federal estão investigando, em absoluto sigilo, a denúncia do senador Álvaro Dias contra a manipulação de resultados de loterias da Caixa Econômica. O pronunciamento do senador está no You Tube e circula na internet há algum tempo, mas seu gabinete informou hoje que ele já teria sido convidado a depor na Procuradoria e apresentar os relatórios do COAFI, que aponta “felizardos” como o que ganhou 502 vezes, além de outros felizes ganhadores em 300 e 216 prêmios.

O senador assegura que a Mega Sena é hoje a maior fonte de desvios e lavagem de dinheiro do país. Segundo ele, a quadrilha age especialmente quando o prêmio está acumulado e o trabalho começa por identificar nos computadores a sequência de números que não teria ganhador. As bolinhas são então devidamente “recheadas” e o próprio globo usado para o sorteio nos caminhões se encarrega de selecionar, com o jato de vento que lança as bolinhas para o alto, favorecendo as mais pesadas.

Álvaro Dias acredita que o sistema de lavagem de dinheiro nas loterias da caixa é antigo é antigo e atinge impunemente todos os tipos de sorteios. Mas a roubalheira praticada na Mega Sena é mais revoltante porque ataca a esperança de milhões de brasileiros, que depositam sua fé no sistema toda semana, com o ganhador, normalmente um laranja, já escolhido de véspera para ficar rico com uma parte do prêmio e devolver o resto à quadrilha.

Segundo o senador, a identificação do grupo, que conta com a cumplicidade dos auditores encarregados da verificação das bolinhas, não é tão difícil: basta rastrear transferências milionárias feitas por alguns ganhadores para chegar aos beneficiários do sistema. Ele entende que a investigação deva acontecer em absoluto sigilo, pois coloca em risco a própria existência do sistema de loterias da Caixa.

E MAIS:

1-Ausência – Será enormemente sentida pela inteligência nacional a ausência do jornalista, advogado e escritor Saulo Ramos, que ocupou os cargos de consultor-geral da República ministro da Justiça no governo Sarney. É autor de um livro fantástico, “O código da vida”, cuja leitura recomendo, especialmente por reunir, em um texto primoroso, bom humor, acidez, cultura e entretenimento. É dele, por exemplo, o comentário sobre a dinheirama encontrada no escritório de Roseana Sarney: “O governo atirou na Roseana, e o Ciro saiu pela culatra”.

2-Vespeiro – Preocupada com a falta de médicos nos pequenos municípios, Dilma Roussef cobrou de assessores um quadro detalhado da situação para poder decidir sobre aceitar ou não a ideia de contratar profissionais estrangeiros. Vai cutucar um vespeiro, mas o PT vai aplaudir: já pensou ser tratado aqui por um cubano legítimo? Rondônia também vai gostar: pode não mais ser preciso ir a Guayaramerin em busca de tratamento com os bolivianos.

3-Investigação – Manchete encontrada em um site: “Designer foi estrangulada, estuprada, espancada e enforcada; polícia descarta suicídio”. Maravilha. Altamente elucidativa. Fico sem saber se a investigação policial chegou a esta fantástica conclusão sozinha ou foi ajudada pelo autor da matéria.

4-Pessimismo – Leitor, que não esconde seu pessimismo em relação à administração de Mauro Nazif, vaticina: passados cem dias, a nova administração mostra o que deverá ser um retrato de seu trabalho (ou falta dele) daqui a quase quatro anos: acampamento dos sem-teto à frente da Prefeitura e obras dos viadutos paralisadas.

5-Beron – Posso responder à pergunta formulada em sua coluna pelo amigo Sérgio Pires sobre as dívidas do Beron. Por incrível que possa acontecer (até este blogueiro não acreditava) pode funcionar a conciliação promovida pelo ministro Ricardo Lewandowski no STF. A solução pode sair e a paternidade certamente será reivindicada por inúmeros pretensos genitores.

6-Verdade – Por uma questão de justiça, vão merecer créditos o senador Acyr Gurgacz e até, por incrível que possa parecer, o presidente da Assembleia, Hermínio Coelho. No final das contas, eles promoveram o encontro entre o povo do governo de Rondônia e a turma do Banco Central.

7 - Solução – Mas se tudo acontecer conforme as previsões otimistas dos negociadores, o fim da dívida, se ninguém meter o bedelho para atrapalhar, deverá ser creditado ao trabalho de apenas uma pessoa: o secretário da Fazenda, Benedito Alves.

8-Portugal  – Não é piada nem burrice. É somente manifestação natural da lógica linear lusitana. O anúncio está em www. olx.pt – moda, relógios e bijuterias, com um texto no mínimo singular, para nossos padrões, claro. Diz ele: Rolex submariner como novo. Preço fixo. Para qualquer esclarecimento, conectar por mensagem. Viu preço melhor por outro lado: COMPRE POR LA... 

Fonte: Carlos Henrique

Comentários do Facebook

Veja Também

Publicidade

  • Http://www.Auto-doc.pt