Quinta-Feira, 22 de Março de 2018 - 17:12 (Geral)

L
LIVRE

PREFEITURA RECEBE RECURSOS DO MPT PARA APLICAR EM AÇÃO SOCIAL

Semasf decidiu que os valores seriam destinados à politica de garantia, promoção e defesa dos direitos da criança e do adolescente.


Imprimir página

O Conselho Municipal dos Diretos da Criança e do Adolescente (CMDCA), recebeu via Secretaria Municipal de Assistência Social e Família (Semasf), recursos na ordem de 66 mil reais do Ministério Público do Trabalho (MPT), provenientes de ações e acordos judiciais desse órgão.

Após receber o ofício do MPT comunicando que disponibilizaria recursos para se aplicar em politicas públicas de ação social, a Semasf decidiu que os valores seriam destinados à politica de garantia, promoção e defesa dos direitos da criança e do adolescente, sendo então destinado ao CMDCA.

Por meio de ofício o Conselho comunicou todas as entidades cadastradas para apresentarem projetos visando ser contemplados com esse recurso oriundo do MPT. Ficou deliberado pelo colegiado que iriam ser contemplados duas entidades da sociedade civil e uma governamental.

Apresentaram projetos oito entidades da sociedade civil e uma governamental. As da sociedade civil foram Abik, Laura Vicuña, Casa Rosetta, São Tiago Maior, Jocum, Arquidiocese, Apae e Awas. A entidade governamental foi a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semes).

Para saber quais seriam as entidades que receberiam os recursos, na 3ª Reunião Ordinária do CMDCA, ocorrida na quarta-feira (21), compareceram todas as que apresentaram projetos ao Conselho. O representante teve 10 minutos para explanar sobre seu projeto. Depois das explanações, numa cédula, cada conselheiro votou em dois projetos.

Contempladas

Obedecendo ao critério citado, foram contempladas as seguintes entidades da sociedade civil: WAS (Associação Wesleiana de Ação Social) com projeto para desenvolver atividade física adaptada a crianças autistas e seus familiares, possibilitando desenvolvimento psicomotor, cognitivo e social, e a Jocum (Jovem com uma Missão) com o projeto para proporcionar inclusão digital para crianças e adolescentes das comunidades ribeirinhas. O projeto que contemplou a Semes objetiva a promoção da iniciação esportiva de judô para crianças e adolescente.

O presidente do CMDCA, Clemilto Sá, agradeceu ao Ministério Público do Trabalho pela iniciativa e ao secretário municipal de Assistência Social e Família, Claudi Rocha, que tem dado todo suporte possível para que o Conselho desenvolva suas ações prestando um trabalho responsável para a sociedade.

Fonte: 015 - Semasf

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias