Quarta-Feira, 06 de Dezembro de 2017 - 09:55 (Polícia)

L
LIVRE

NA ZONA LESTE, FUNCIONÁRIOS DA EMDUR SÃO VÍTIMAS DE 'BANDIDOS RALÉS'

Não importa a vestimenta, de terno e gravata ou de bermuda e camisão, lá estão eles, agindo livremente. Muitos, por brechas na lei, até chocarreiam na cara de policiais, delegados e juízes.


Imprimir página

 

Porto Velho, RO - "Bandidos ralés", esse é o termo utilizado para aqueles infratores da lei. Não importa a vestimenta, de terno e gravata ou de bermuda e camisão, lá estão eles, agindo livremente. Muitos, por brechas na lei, até chocarreiam na cara de policiais, delegados e juízes. Em Porto Velho mesmo, recentemente inúmeros casos de assaltos com truculência estão ocorrendo nos interiores dos coletivos do Consórcio SIM e até o presente momento não se ouviu ou viu uma agilidade do poder público para dar um basta nestes, que são escórias da sociedade.

Na noite de ontem, 05, a nova vítima desses "trabalhadores do crime" foi justamente os funcionários da Empresa de Desenvolvimento Urbano - EMDUR, que estão realizando um trabalho fenomenal na cidade e diga-se de passagem, correndo contra o tempo para iluminar as ruas da cidade. Segundo o Presidente da EMDUR, Breno Mendes, a equipe de eletricistas estavam trabalhando na Rua Paulo Freire, bairro Ayrton Senna, quando dois bandidos com arma em punho, rendeu a equipe e ordenou que entregasse o celular.

Os trabalhadores então tiveram que se desfazer dos bens e até a chave do caminhão foi levado. Antes de fugir, os bandidos também assaltou um casal que passava nas proximidades. A EMDUR ultimamente vem enfrentando a ousadia dos ladrões, inclusive, o presidente Breno afirmou dias atrás que o prejuízo em furtos de fios de energia já ultrapassou 1 milhão de reais.

Neste ínterim de tempo, é visível a falta de policiamento nas ruas da capital. A culpa não é da polícia, mas temos um administrador do estado, e este no mínimo deveria investir na segurança pública, na inclusão de mais policiais nas ruas, pois a defasagem nos quartéis é alarmante.

"Bandidagem se combate com inteligência e estratégia, mas sem a ferramenta humana, tudo isso é apenas contingente."

E tenho dito...

Fonte: Anderson Nascimento - Newsrondonia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias