Sexta-Feira, 14 de Setembro de 2018 - 08:11 (Colaboradores)

L
LIVRE

LENHA NA FOGUEIRA: GOVERNO DE RONDÔNIA EXONERA A DIRETORA DO MUSEU DA MEMÓRIA DE RONDÔNIA, EDNAIR NASCIMENTO

Acontece que Ednair está grávida de OITO MESES. Pode isso senhores do Ministério Público do Trabalho, Ministério Público Estadual e Federal?


Imprimir página

Governo de Rondônia exonera a diretora do Museu da Memória de Rondônia, Ednair Nascimento – Morena da Cultura como ficou conhecida no movimento cultural.

Acontece que Ednair está grávida de OITO MESES. Pode isso senhores do Ministério Público do Trabalho, Ministério Público Estadual e Federal?

Aliás, se não estou enganado, o governo praticou dois erros.

Primeiro – Em tempo de eleição não se contrata e nem se demite funcionário público.

Segundo – Mulher grávida também não deve ser demitida. No caso da Ednair, pelo visto, não é funcionária de carreira e sim apenas exercia Cargo Comissionado, não sei é correta a exoneração.

Segundo consta nas redes sociais, a exoneração foi em virtude de uma entrevista a um site de noticias, na qual Ednair revela que o museu que funciona no palácio que até bem pouco tempo era a sede do governo estadual, enfrenta problemas estruturais.

Quer dizer, nesse caso, quem fala a verdade é punido com a exoneração.

Tenho certeza, que o governador Daniel assinou a portaria exonerando a Ednair, sem saber o que estava assinando. Algum puxa saco, colocou o documento no meio de outros documentos e ele passou a caneta. Se foi através da SEI aí é não leu mesmo.

Isso é apenas uma suposição minha, Vai que ele não gostou mesmo do que a “Morena da Cultura” declarou na entrevista e a exonerou consciente.

Quem deve estar “porraqui” com essa atitude do governador, é a professora Nazaré Figueiredo da Silva. Ednair era e é sua pupila.

Eita SETE de outubro que não chega!

Se uma “tapa na cara” pode tirar um político de destaque do páreo, no próximo pleito. Imagina uma exoneração dessas!

Por falar em política administrativa, lembro que o tempo é de política partidária.

Sendo assim, vamos puxar a brasa para o segmento cultural e turístico, que é a nossa praia.

Quantos candidatos temos nesse naipe. Posso dizer que em Porto Velho quem defende os movimentos culturais e por isso merece nossa consideração, é a candidata a deputada estadual Luciana Oliveira.

No segmento do turismo temos dois nomes: Julio Olivar que foi superintendente da Setur até o último dia permitido para os candidatos a candidatos permanecerem nos cargos. Júlio fez muito pelo turismo de Rondônia.

Outra cabra bom, tanto para o turismo como para a Cultura é o Julio Cezar Siqueira que até pouco tempo, era o subsecretário municipal de turismo. Todo mundo elogia o trabalho que o Julio fez na SEMDESTUR.

Ele não ficou apenas na áreas do turismo, colaborou muito com eventos culturais.

Todos os arrais juninos, contaram com o apoio do Julio Cezar, inclusive o Flor do Maracujá. Os grupos folclóricos também contaram com o apoio do Julio da Semdestur. Por isso, ele será muito importante para o segmento, se for eleito deputado estadual.

Não estou declarando voto pra ninguém, apenas estou alertando que precisamos contar na Assembléia Legislativa com uma bancada cultural e para isso, os candidatos citados acima são confiáveis.

Por falar nisso, alguns candidatos ao governo do estado, têm me ligado para participar da elaboração de seus Projetos Culturais.

Devo lembrar a todos os candidatos a governador do estado de Rondônia, que o Projeto Cultural para o nosso estado está pronto e disponível nas pastas afins;

Basta o governador eleito, colocar em funcionamento o Sistema Estadual de Cultura com seu Conselho e Fundo de Cultura e pronto.

O SEC  é Lei aprovada pelos deputados e sancionada pelo governo.

É só colocar em prática. Será que vão me demitir por falar sobre o Sistema de Cultura?

Fonte: 015 - Silvio Santos / NewsRondonia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias