FILHO MATA PAI A PAULADAS, MACHADADAS E FACADAS E AVISA: 'SE ELE LEVANTAR, MATO DE NOVO' - News Rondônia Um dos filhos, um adolescente de 14 anos, contou aos policiais que acordou com os gritos do pai e que quando acendeu a luz, ele já estava caído no chão.

Porto Velho,

Domingo , 02 de Junho de 2013 - 17:27 - Polícia


 

FILHO MATA PAI A PAULADAS, MACHADADAS E FACADAS E AVISA: 'SE ELE LEVANTAR, MATO DE NOVO'

Um dos filhos, um adolescente de 14 anos, contou aos policiais que acordou com os gritos do pai e que quando acendeu a luz, ele já estava caído no chão.

ImprimirImprimir página

Um jovem de 19 anos foi preso após confessar haver matado o próprio pai, um comerciante de 42 anos, em Patos de Minas, no Alto Paranaíba. 

O crime aconteceu na madrugada deste sábado (1º), na rua Cocada, no Bairro Sorriso. Alair dos Santos Caixeta foi encontrado morto dentro de casa, no quarto dos filhos. 

Um dos filhos, um adolescente de 14 anos, contou aos policiais que acordou com os gritos do pai e que quando acendeu a luz, ele já estava caído no chão. 

Ele disse que viu o vulto de um homem que saiu correndo da casa. Para a Polícia Civil da cidade o garoto inventou a informação para tentar proteger o irmão mais velho que praticou o crime. 

A mãe do adolescente disse aos policiais que não viu nada. A falta de comoção por parte da família após o assassinato chamou a atenção da polícia. 

Uma marca de pegada do chinelo do garoto sob o corpo aumentou a desconfiança da perícia técnica que esteve no local. 

A marca descartava a versão do jovem de que ele já havia encontrado o pai caído. 

Uma faca e um pedaço de madeira foram utilizados para matar a vítima segundo a polícia. 

Manchas de sangue também foram constatadas no bar do comerciante, localizado na rua Caetés, no Bairro Alvorada. 

Pela manhã os peritos retornaram o bairro e depois de verificarem alguns lotes vizinhos encontraram uma roupa e um boné, ambos sujos com sangue. 

Vizinhos ao serem questionados pelos policiais disseram que a roupa e o boné pertenciam ao filho mais velho do casal. 

Wesley dos Santos Caixeta foi questionado e após algumas contradições no depoimento, acabou confessando o crime. 

O jovem disse que matou o pai porque ele chegava embriagado em casa e agredia os filhos e a esposa. 

Ontem o motivo da discussão foi o volume alto do aparelho de tv. 

Detalhes do crime: 

Wesley dos Santos contou ao delegado que antes de matar o pai tentou atear fogo na cama do comerciante para que ele morresse asfixiado com a fumaça. 

Como o primeiro plano não deu certo e o pai começou a agredir o irmão dele de 14 anos, o jovem deu um golpe de madeira na cabeça da vítima. 

Em seguida ele pegou uma machadinha e deu vários golpes na cabeça do pai. 

Por último, cravou uma faca no peito do comerciante. 

"Se ele levantar, o mato de novo", disse o jovem .

Fonte: primeirahora

Comentários do Facebook

Comentários

Enviar comentário

Veja Também

Publicidade