FECOMÉRCIO, EMPRESÁRIOS E POLÍCIA MILITAR DISCUTEM MELHORIA NA SEGURANÇA - News Rondônia Polícia Militar busca formas de cooperação para melhorar a segurança, inclusive melhorando atendimento das ocorrências .

Porto Velho,

Sexta-Feira , 17 de Fevereiro de 2017 - 15:07 - Geral


 


FECOMÉRCIO, EMPRESÁRIOS E POLÍCIA MILITAR DISCUTEM MELHORIA NA SEGURANÇA

Polícia Militar busca formas de cooperação para melhorar a segurança, inclusive melhorando atendimento das ocorrências .

ImprimirImprimir página

O presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Rondônia, RanieryAraujo Coelho, a presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Porto Velho, Joana Joanora, e representantes dos  sindicatos filiados à Fecomércio e empresários, estiveram reunidos, no Auditório Francisco Teixeira Linhares, na sede da Fecomércio/RO, com o Comandante da Polícia Militar, Coronel PM Enedy Dias Araujo,  com o Corregedor Geral da PM, Coronel Vanderley da Costa e o Diretor do Complexo de Correição da PM, Robinson Brancalhão da Silva,  para discutir melhorias no policiamento dos centros comerciais e das novas diretrizes de correição da corporação. Depois de uma explanação sobre a situação da segurança feita pelo Coronel Enedy, os empresários apresentaram queixas a respeito das ações de policiamento na cidade de Porto Velho, em especial, e nas suas ruas em particular, e também se manifestaram solicitando um maior policiamento ostensivo.  Uma das queixas mais repisadas foi a de necessidade de mais segurança, não apenas para os empresários, mas, também para população, que reclama do não atendimento em caso ocorrência de problemas.

A SEGURANÇA É UMA QUESTÃO QUE NÃO DEPENDE SOMENTE DA PM

O posicionamento da PM foi muito claro e objetivo ao esclarecer que “o problema de policiamento não é exclusivo da Polícia Militar e não pode ser resolvido apenas por ela”. Neste sentido, o Comandante foi preciso ao dizer que há problemas, realmente, mas, que, muitos deles, passam pelo fato de que frequentemente a PM prende, mas, os delinquentes são soltos e voltam a cometer crimes. Isto se verifica em função das facilidades das leis, do ordenamento jurídico que não pune adequadamente os reincidentes. Também foi ressaltada a questão da contratação de policias, nos seus dias de folga, por empresários, o que tem, inclusive, ocasionado problemas na Justiça do Trabalho. Além de induzir o policial a burlar suas obrigações este tipo de serviço também é uma concorrência desleal com as empresas de segurança. Foi ressaltado que, mesmo com a possibilidade de punição, como os valores envolvidos acabam sendo elevados, os processos acontecem, daí, a PM alertar os empresários para não contratarem na medida em que, alguns deles, até trabalham quando afastados por não terem condições psicológicas para trabalhar. A questão fundamental é que, além do risco, o empresário pode sofrer processo civil e penal pela contratação irregular. A PM alerta os empresários que está procurando formas de, com o apoio inclusive das Prefeituras, criar o denominado “bico legal”, bem como está criando um programa para aproveitar os jovens, bem treinados, como estagiários. Dentro das limitações de orçamento também está buscando aumentar o seu contingente, informatizar, inclusive aperfeiçoando o sistema de atendimento da corporaçãoàs ocorrências, e estender o Programa Educacional de Resistência às Drogas – PROERD, a adaptação brasileira do. programa norte-americano Drug Abuse ResistenceEducation , que, hoje atende a 30% das escolas, a todo o universo.

O Coronel Enedy Dias afirmou que, dentro da concepção de mais segurança, tem procurado todos os órgãos e entidades, inclusive a Justiça, envolvidos com o problema para inovar e buscar soluções em conjunto, de vez que aumentar a segurança, dar tranquilidade à população é o objetivo de todos que depende, inclusive, da retomada do crescimento econômico e da maior geração de renda e de emprego. No final da reunião, o presidente da Fecomércio, Raniery Coelho, pediu, e entregou uma solicitação por escrito, da Federação, o Sindicato dos Lojistas, Sindilojas, e CDL de Porto Velho, solicitando um reforço do policiamento no carnaval.

NOTICIAS RELACIONADAS

Fonte: 015 - assessoria

Comentários do Facebook

Veja Também

Publicidade

  • Http://www.Auto-doc.pt