EM CINCO ANOS, RONDÔNIA AMPLIOU EM 60% O TRATAMENTO DE PACIENTES COM CÂNCER - News Rondônia O governo de Rondônia ampliou em pelo menos 60%, nos últimos cinco anos, o investimento no tratamento de pacientes com câncer.

Porto Velho,

Segunda-Feira , 20 de Março de 2017 - 17:24 - Saude


 


EM CINCO ANOS, RONDÔNIA AMPLIOU EM 60% O TRATAMENTO DE PACIENTES COM CÂNCER

O governo de Rondônia ampliou em pelo menos 60%, nos últimos cinco anos, o investimento no tratamento de pacientes com câncer.

ImprimirImprimir página

O governo de Rondônia ampliou em pelo menos 60%, nos últimos cinco anos, o investimento no tratamento de pacientes com câncer. Uma das medidas adotadas pelo governo foi o credenciamento da unidade de Barretos em Porto Velho, por meio de convênio com Fundação Pio XII, mantenedora da unidade de saúde.

Dados do setor de estatísticas da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) apontam um aporte financeiro de mais de R$ 89 milhões, repassados para a unidade de Barretos, em Porto Velho, até dezembro de 2016. Outros R$ 23, 4 milhões estão assegurados para este ano. O Valor será dividido em 12 parcelas de R$ 1.950.000,00. No total, o Governo de Rondônia, no período de 2012 a 2016, fez uma aplicação investimento de R$ 142.400.012,68 no tratamento de câncer.

A Sesau prioriza que os pacientes que utilizam o Tratamento Fora de Domicílio (TDF) sejam encaminhados para a unidade de Barretos, no interior de São Paulo. Com a parceria, foram investidos com passagens, estadia, alimentação mais de R$ 37 milhões, correspondentes aos anos de 2012 a 2016. Há, para este, ano uma expectativa inicial de aporte de R$ 4 milhões.

Seguindo o programa de descentralização do atendimento de alta complexidade em Rondônia, o Estado possui duas cidades pólos no tratamento de pacientes oncológicos: Porto Velho, com o Hospital de Base (HB), “Barretinho” e São Pellegrino, e Cacoal, com o Hospital Regional (HRC) e como complemento e retaguarda o hospital São Daniel Comboni.

No total, o governo investe no tratamento contra o câncer R$ 50 milhões por ano. Deste, quase R$ 25 milhões são destinados à unidade de Barretos em Porto Velho. O restante cobre as despesas com o São Pellegrino – na oferta de rádio e quimioterapia -, o Daniel Comboni, além dos pacientes que utilizam o Tratamento Fora de Domicílio (TFD), com passagens, medicamentos de alto custo, alimentação enteral, estadia, inclusive para acompanhantes.

Todos os dados estão disponíveis no relatório anual das atividades da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau). Os números foram apreciados e destacados positivamente, ano passado, por membros da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Rondônia, durante audiência pública, reconheceu o trabalho da Sesau para oferecer o que há de mais avançado no tratamento oncológico, além da humanização do acolhimento.

NÚMEROS

Em relação ao número de procedimentos de Quimioterapia e Radioterapia ofertados pelo Estado de Rondônia, observou-se um expressivo aumento no período de 2012 a 2016. Na cidade de Porto Velho foram realizados 258.166 e em Cacoal 117.772, totalizando 375.938 procedimentos.

O Estado aplicou R$ 42.880.117,35 para a realização dos procedimentos de quimioterapia e radioterapia nas Macrorregiões de Porto Velho e Cacoal no período de 2012 a 2016.

Quanto ao número de Cirurgias Oncológicas, foram realizadas nas respectivas cidades e no mesmo período citado um total de 1.361 procedimentos cirúrgicos, sendo em Porto Velho 1.091 e Cacoal 270.

No ano de 2012 a 2016, foi aplicado um total de R$ 4.201.889,31 para a realização de Cirurgias Oncológicas, em Porto Velho R$ 3.224.908,77 e Cacoal R$ 976.980,54.

No período de 2012 a 2016, foram realizadas um total de 6.821 Internações Gerais em Oncologia no Estado de Rondônia, sendo aplicado um valor total de R$ 3.578.597,82.

NOTICIAS RELACIONADAS

Fonte: 015 - rondonia ro

Comentários do Facebook

Veja Também

Publicidade

  • Http://www.Auto-doc.pt