Segunda-Feira, 25 de Setembro de 2017 - 13:06 (Política)

L
LIVRE

DEPUTADO ANDERSON DESTACA DIREITOS DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

Parlamentar ressaltou o Dia Nacional de Luta da pessoa com deficiência


Imprimir página

O deputado Anderson do Singeperon (PV), nessa quinta-feira (21), falou sobre a importância do Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, lembrado com uma caminhada, ocorrida no Espaço Alternativo, organizada por diversas entidades em Porto Velho.

“A sensibilização e o envolvimento da sociedade é fundamental no processo de inclusão e acessibilidade às pessoas com deficiência e, para isso, precisamos unir forças para alcançarmos um estado mais igualitário e menos segregacionista que ainda é imposto a alguns”, disse o deputado.

Para Anderson foi graças à luta e persistência que se conseguiu garantir alguns direitos para as pessoas com deficiência, como a legislação federal que dispõe sobre a responsabilidade do poder público nas áreas da educação, saúde, formação profissional, trabalho, recursos humanos, acessibilidade aos espaços públicos, criminalização do preconceito.

Destacou especialmente as que dispõem, que as empresas com cem ou mais empregados devem empregar de 2% a 5% de pessoas com deficiência, bem como a que define sobre acessibilidade nos edifícios públicos ou de uso coletivo, nos edifícios de uso privado, nos veículos de transporte coletivo, nos sistemas de comunicação e sinalização, e ajudas técnicas que contribuam para a autonomia das pessoas com deficiência e, ainda, a que reconhece a Língua Brasileira de Sinais (Libras) para os surdos.

Anderson afirmou que a data é importante para engrandecer a luta que deve ser diária na defesa e manutenção dos direitos já conquistados e que, ainda há muito que melhorar no país.

Segundo o IBGE no Censo de 2010, o país possui mais de 46,5 milhões de pessoas com deficiência. “Infelizmente a exclusão, a desigualdade, o preconceito e a falta de acesso a serviços ainda é uma triste realidade vivenciada em nossa sociedade”, afirmou Anderson.

O evento realizado em Porto Velho, contou com a participação da Secretaria  de Assistência Social e da Família (Semasf), Conselho Municipal de Defesa das Pessoas com Deficiência (Cmdpd), APAE de Porto Velho, Sociedade Pestalozzi de Porto Velho, Associação de Pais e Amigos do Autista de Rondônia (AMA), Associação Wesleyana de Ação Social (AWAS) que administra o Centro Multidisciplinar Movidos pelo Amor ao Autismo (Cmmaa), Associação de Pais e Amigos do Centro de Ensino Especial de Rondônia (Apacene), Casa Família Rosetta e Federação Rondoniense Paralímpica de Esportes do Estado de Rondônia (Frope).

Fonte: 010 - ALE/RO - DECOM

Noticias relacionadas

Banner Ale

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias