Sexta-Feira, 11 de Agosto de 2017 - 19:00 (Geral)

L
LIVRE

CONFÚCIO MOURA ATENDE PEDIDO DE TIÃO VIANA E CONFIRMA QUE VAI DECRETAR CALAMIDADE PÚBLICA DEVIDO AO RIO MADEIRA

A partir do decreto, será possível o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) fazer a intervenção necessária no local.


Imprimir página

Depois de uma reunião com os ministros e representantes do governo federal na tentativa de buscar solução emergencial para a situação de seca no ponto de travessia do Rio Madeira na BR-364, o governador Tião Viana repassou todos os encaminhamentos que fez na capital federal em encontro com o governador de Rondônia, Confúcio Moura, durante o 15° Fórum de Governadores Amazônia Legal. Moura confirmou que o estado vizinho decretará situação de calamidade no local.

A partir do decreto, será possível o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) fazer a intervenção necessária no local. A proposta apresentada pelo governador Tião Viana é de que seja feita a dragagem do rio no trecho da travessia da balsa e o aterro gradativo na região.

A Agência Nacional de Águas (ANA) e o Ministério de Minas e Energia (MME) também precisam garantir que a cota da usina hidrelétrica de Santo Antônio não seja alterada, na proposta apresentada pelo governo do Acre, para não criar mais uma redução no nível do Rio Madeira.

Sobre o acesso

A BR-364 é a única ligação por terra do Acre com o restante do Brasil. No ponto do Rio Madeira, a travessia é feita por balsas, que encontram cada vez mais dificuldades para cruzar o manancial levando em conta a grave seca que pode se tornar ainda maior nos próximos dois meses.

Fonte: 010 - agencia.ac.gov

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias

Http://www.Auto-doc.pt