CATADORES DE QUATRO ENTIDADES PARTICIPAM DE CAPACITAÇÃO PARA ORGANIZAR O TRABALHO DE RECICLAGEM EM PORTO VELHO - News Rondônia Bosco, que participou da capacitação gratuitamente, colheu informações com os catadores para saber das dificuldades enfrentadas por cada um

Porto Velho,

Sexta-Feira , 14 de Outubro de 2011 - 07:55 - Cidades


 

CATADORES DE QUATRO ENTIDADES PARTICIPAM DE CAPACITAÇÃO PARA ORGANIZAR O TRABALHO DE RECICLAGEM EM PORTO VELHO

Bosco, que participou da capacitação gratuitamente, colheu informações com os catadores para saber das dificuldades enfrentadas por cada um

ImprimirImprimir página

A secretaria municipal de Desenvolvimento Socioeconômico e Turismo (Semdestur) reuniu na quarta-feira, dia 12, no auditório da Biblioteca Francisco Meirelles, representantes das quatro associações e cooperativas de catadores de Porto Velho que atuam na reciclagem de resíduos. O treinamento, que abordou a conscientização sobre cooperativismo, foi ministrado pelo economista e professor universitário João Bosco, do Sebrae, entidade parceira da Semdestur, através do seu Departamento de Economia Solidária.

Catadores que atuam nas associações Catanorte e Ascavip, situadas na Vila Princesa, e também na Asprovel e Unidos Pela Vida, ambas da zona Leste de Porto Velho, aprenderam a elaborar um plano de ação para facilitar o trabalho junto aos galpões de reciclagem, onde os resíduos recicláveis são separados e organizados para serem comercializados. “Eles estão tendo uma oportunidade que nunca tiveram, de aprender a conhecer melhor seu próprio negócio”, salientou a chefe do setor de Economia Solidária da Semdestur, Ana Cristina Aguiar. Com os programas de incentivo à separação do lixo, mantidos pelo setor de educação ambiental da secretaria municipal do Meio Ambiente (Sema), a produção de materiais recicláveis deve aumentar muito na Capital nos próximos anos. Atualmente, quatro bairros da cidade já têm o lixo recolhido de forma separada.

Bosco, que participou da capacitação gratuitamente, colheu informações com os catadores para saber das dificuldades enfrentadas por cada um no seu ambiente de trabalho. “A intenção é se buscar soluções internas, num primeiro momento, e, mais tarde, soluções externas, através de parcerias”, explicou.

O catador Lourival Vieira, que atua na Ong Unidos pela Vida, explicou que seu trabalho busca preservar a natureza e o meio ambiente. “Fazemos isso com muito carinho, a cidade fica mais bonita, e ainda temos a oportunidade de gerar renda”, lembrou. Para Cleonice Almeida, também da Unidos, a capacitação ajuda a aproximar as quatro entidades, que precisam trocar experiências e iniciar um intercâmbio que irá promover melhorias no trabalho de todos. “É preciso se unir, sem nenhuma desavença. Estamos aqui por um propósito, vai ser melhor para todos”, explicou.

De acordo com Ana, a prefeitura quer estabelecer convênios para seguir oferecendo capacitações em 2012 para todos os setores da economia solidária. “Queremos agora trazer de São Paulo, o Carlos Antonio dos Reis, o Carlão, presidente da Ong Vira-lata, considerada a maior associação de Reciclagem do Brasil”, disse. Carlão virá a Porto Velho falar da sua experiência no comando da entidade, que saiu de um déficit de R$ 600 mil para obter lucro com o lixo reciclável em menos de dois anos. Todos os trabalhadores que participaram da capacitação na quarta-feira receberam um exemplar da Cartilha do Empreendedor, produzida pelo Sebrae e distribuída pela Semdestur.

Por Róbinson Gambôa
Fotos Medeiros

Fonte: ASSESSORIA

Comentários do Facebook

Comentários

Enviar comentário

Veja Também

Publicidade