Quarta-Feira, 13 de Setembro de 2017 - 18:27 (Polícia)

10
Não recomendado para menores de 10 anos

CASO DO FUNCIONÁRIO PÚBLICO QUE SE ENVOLVEU EM AGRESSÃO NO HOSPITAL COSME E DAMIÃO - VEJA VÍDEO

Segundo Sales, o fato não ocorreu como narrado no boletim de ocorrência. Um vídeo mostra como tudo ocorreu. Veja.


Imprimir página

Porto Velho, RO - Durante a tarde desta  quarta-feira (13), o funcionário público, Sales L. S. M, de 35 anos procurou a redação do Jornal Eletrônico Newsrondonia para esclarecer o fato de agressão corrido na madrugada do dia (10), nas dependências do Hospital Infantil Cosme e Damião. O caso foi filmado por um parente de Sales.

Segundo Sales, o fato não ocorreu como narrado no boletim de ocorrência. "Eu cheguei no hospital por volta das 1h da madrugada e por volta das 02:30h, a mãe da minha filha precisava tomar remédio, pois ela faz uso de remédio controlado. Neste momento ela tentou conversar com o vigilante, mas ele se mostrou grosseiro, impendido minha entrada. Como eu iria agredir o vigilante, sendo que estava com a minha filha nos braços?", disse.


filha de Sales tinha sido levada ao hospital por causa do olho

Após o ocorrido a polícia chegou ao local, e segundo Sales, os policiais não quiseram lhe ouvir e deram voz de prisão a Sales. Ao final de tudo, Sales conversou com o delegado, e em apenas cinco minutos resolveu o ocorrido e assinou o Termo de Compromisso. No próximo dia 25 será realizado uma audiência entre as partes. "Todos devem se colocar na condição de pai, eu mesmo pedi aos guardas que se colocasse na condição de pai, mas eles não ligaram. Para você ter uma noção, o vigilante nem se submeteu ao exame de corpo de delito, pois não tinha sinais de lesão corporal", concluiu Sales.

O vídeo disponibilizado por um familiar de Sales mostra o real momento da situação. Assista:

Fonte: Anderson Nascimento - Newsrondonia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias