Sexta-Feira, 23 de Fevereiro de 2018 - 23:04 (Polícia)

L
LIVRE

APÓS 21 ANOS, POLÍCIA MILITAR DE RONDÔNIA APRESENTA PROPOSTA DE NOVO UNIFORME

"Foram 21 anos ansiando por mudanças, e o projeto foi compartilhado nas redes sociais para o publico interno no intuito de buscar melhorias ouvindo opiniões e para a nossa satisfação o projeto foi elogiado por grande maioria dos Praças e Oficiais da corporação" declara o capitão Suffi.


Imprimir página

O coordenador do projeto Capitão PM Renato Suffi enfatiza que a proposta de mudança se dá devido ao avanço tecnológico das confecções têxtil, e também devido as alterações climáticas, comportamentais, condições de emprego operacional dentre outros motivos.

"Foram 21 anos ansiando por mudanças, e o projeto foi compartilhado nas redes sociais para o publico interno no intuito de buscar melhorias ouvindo opiniões e para a nossa satisfação o projeto foi elogiado por grande maioria dos Praças e Oficiais da corporação" declara o capitão.

Renato Suffi ainda afirma que tal aprovação da categoria se deu em virtude do projeto ter sido técnico uma vez que foi elaborado por oficiais e praças que se debruçaram no estudo de regulamentos de quase todas as demais instituições do país, sendo assim atendendo as demandas deste as áreas operacionais quanto administrativas.

"Certamente se aprovado será um ganho para a Briosa polícia militar pois a equipe levou em conta a operacionalidade, o peso, a trama do tecido, a durabilidade, resistência, a retenção de temperatura, de água, a flexibilidade tudo isso sem perder a identidade do famoso azulão que faz parte de nossa história e está eternizada  tanto nas ações de nossos antecessores quanto em nossa canção".

Ainda segundo um dos integrantes da equipe SD PM Alfredo, o regulamento foi baseado em uniformes dos Seals norte americano, PRF, PF, BOPE RJ, PMDF, PMBA dentre outras instituições internacionais como a Policia da Espanha.

A tropa está empolgada para adquirir, mas vale ressaltar que o Estado não fornece os uniformes, ou seja eles são adquiridos pelos próprios militares em lojas de suas preferências, facilitando a busca por preço e qualidade, uma vez que tem a concorrência comercial entre os fornecedores.

Fonte: Assessoria

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias